Como escolher a sua primeira arma de Airsoft?

Como escolher a sua primeira arma de Airsoft?

Como escolher a sua primeira arma de Airsoft?

Ao escolher a sua primeira réplica de Airsoft, alguns princípios básicos deverão ser tidos em conta antes de fazer qualquer compra. Caso não o faça, a sua entrada no Airsoft poderá ser monetariamente dispendiosa e tornar-se numa dor de cabeça. No final tudo depende de si e das suas preferências pessoais. Ao contrário da guerra real, a sua vida e as vidas daqueles que dependem de você não serão prejudicadas se escolher uma réplica de baixa potência com aspecto de brinquedo de criança, que poderá falhar mecanicamente.

Alguns jogadores gostam de ser franco-atiradores escondidos no mato, mas querem usar uma GPMG M240 (General Purpose Machine Gun), que é cara e pesada. Não sendo, no entanto, especifica ao papel do “sniper”, é uma réplica que poderá apelar ao indivíduo como sendo o que ele ou ela quer. Algumas equipas ou clubes podem insistir só apenas se utilize certas réplicas para que possa participar. Isto é especialmente importante dentro dos grupos de reencenação, por isso certifique-se de que se informa sobre as suas regras, ou entra em contacto com a equipa antes de proceder à compra de alguma réplica. Relativamente a uniformes e demais equipamento, mantém-se o que foi dito anteriormente. Se nunca experimentou o Airsoft, o melhor é experimentar jogar com diferentes equipas ou como jogador independente, para conhecer diferentes clubes / equipas e a comunidade. Assim será mais fácil encontrar a melhor comunidade que se encaixa com o que você está à procura.

A escolha da sua primeira réplica de Airsoft deve basear-se no porquê de querer uma, e para o que a irá usar. É para tiro ao alvo? Para parecer bem nas fotos? Ou jogar com outros? Depois de ter decidido, poderá então decidir o que melhor funciona para você. Aproveito para reforçar que qualquer escolha deve ser sua e pessoal, e não basear qualquer decisão no que outras pessoas lhe poderão ter dito. Qualquer pessoa que diga que você deve ter este ou aquele equipamento ou está a tentar impressioná-lo, ou pressionar a sua vontade em si.

O próximo passo para comprar a sua primeira arma de Airsoft é decidir que função gostaria de adoptar. Sente-se como o jogador que gosta de estar no meio da acção, ou quer ser um jogador de apoio da sua equipa? Determinar a sua função é essencial para descobrir a sua réplica principal que cumprirá os seus requisitos, tendo a precisão e tamanho requeridos.

Qual é a sua função?

Você poderá querer apenas fazer tiro ao alvo em casa ou na floresta, tudo bem, mas se pretende jogar ou participar em eventos terá que estabelecer que função deseja desempenhar. Estas são as funções típicas dentro Airsoft.

Líder de equipa / Comandante de facção: Precisará de uma réplica automática, por exemplo, uma AEG (este termo será explicado mais adiante), já que permite uma cadência de tiro rápida, disparar em semi-automático e automático e costumam ter boa precisão quando empunhadas correctamente. Qualquer fuzil de assalto deverá completar bem esta função.

Soldado de assalto: Esta função é a mais adequada para um iniciante no desporto. Soldados de assalto compõem a maior parte de uma equipa e podem iniciar confrontos a diferentes distâncias, que podem ir até aos 50 metros. As armas utilizadas costumam ser a M4, AK47, AUG e a G36.

Franco-atirador / Sniper:   Uma arma que é muito precisa, de cano longo. Uma AK47 não é uma sniper, mas em alguns cenários do jogo, pode ser necessário designar um jogador com uma réplica de assalto como um franco-atirador, caso ninguém tenha uma arma de atirador no dia de jogo.  Estes jogadores podem dar tiro de apoio, ou jogar sozinhos. Embora seja uma função muito interessante, sai caro comprar e actualizar a sua primeira réplica de Airsoft. Snipers tendem a usar réplicas de mola ou gás como a VSR-10, Bar-10, PSG1 ou L96. Desempenhar a função de franco-atirador sai caro, as opções no campo são extremamente limitadas e nesta fase posso afirmar com experiência que réplica sniper é uma escolha imprudente para a sua primeira réplica de Airsoft.

Grupo de apoio / Artilheiro de apoio: Requer uma arma que dispara em automático, e também com uma capacidade de munições enorme para manter a taxa de disparos exigida. No Airsoft os disparos automáticos deverão ser de dois segundos no máximo. Disparar sobre um adversário por mais tempo irá magoar. Os artilheiros de apoio costumam usar grandes quantidades de munição numa táctica denominada de “spray and pray” que é caracterizada por disparar continuamente à zona do alvo e rezar que uma ou duas bbs atinjam. É uma táctica não muito apreciada no campo e deverá ser evitada. Rajadas pequenas e precisas são bem vistas pela comunidade que o farão ser bem visto pelos colegas. Procure réplicas claramente designadas como SAWs (Squad Assault Weapon, ou Arma de Assalto para Esquadras), como a Minimi M249 SAW, RPK, M240 GPMG ou MK46. Como primeira arma de Airsoft, algumas destas réplicas poderão ser caras e/ou pesadas. Estes jogadores apoiam a esquadra/equipa disparando grandes volumes de munições para reprimir o inimigo, enquanto que o resto da equipa se move. Aqui o gasto de munições poderá ser um gasto proibitivo, e portanto pode não ser uma boa escolha para a sua primeira réplica de Airsoft.

Depois de ter decidido a sua função, a melhor maneira de escolher a sua primeira réplica de Airsoft é ver uma loja de Airsoft, e ver o que mais lhe agrada, e fazer uma lista delas. Lembre-se que uma réplica de boa qualidade irá custar para cima de 150€, e pode ir até qualquer valor a que esteja disposto a dar por uma réplica. É comum dizer-se que réplicas abaixo desse valor mínimo são de baixa qualidade e que o irão decepcionar. Actualmente já não é tanto o caso, no entanto é sempre aconselhável adquirir a sua réplica numa loja competente.

Tenha preferência por réplicas de Airsoft com bom potencial para melhorias futuras, como a Tokyo Marui, Classic Army, ICS, G&G, KWA, ou qualquer das cópias chinesas da TM. De seguida, escolha apenas três réplicas e compare as estatísticas sobre eles. Faça uma pesquisa exaustiva sobre as réplicas. Procure por comentários, testes, reviews das mesmas. Perca tempo nesta fase para fazer a pesquisa correcta, e irá poupar em dores de cabeça e problemas futuros. Não seja preguiçoso!

Não se esqueça de quando finalmente tiver decidido na sua réplica de Airsoft, verificar se vem com carregador de munições, e caso seja uma AEG se também vem com bateria e carregador. Caso não traga, encomende-os juntamente com a sua réplica. Caso traga, entre em contacto com a loja e pergunte se são aconselhados, dado que muitas réplicas trazem carregadores de baterias de baixa qualidade, e as baterias poderão ser de pouca amperagem. Nada mais frustrante do que ter a sua primeira réplica e não poder experimentá-la por não ter bateria! Utilize apenas BBs de qualidade, (Ball Bearings, pequenas bolas de plástico com 6 ou 8 mm) de .20g ou superior, para evitar danos na réplica. Último conselho aquando da compra da sua primeira réplica de Airsoft. Confira as credenciais da loja. Pesquise ou pergunte nos fóruns públicos por opiniões sobre a mesma. Quando receber a sua réplica não se esqueça de cuidar dela. Limpe-a, e mantenha-a na caixa onde veio ou numa caixa de transporte própria.

Quanto devo gastar para comprar uma réplica de Airsoft?

Se não tiver muito dinheiro, o melhor conselho é poupar. Vai demorar algum tempo, mas a longo prazo é a melhor opção. Não seja impaciente. Pode até pagar uma fortuna numa réplica, mas no máximo deverá ver uma melhoria na ordem dos 15%, talvez até 20% na prestação da réplica. E claro, você até pode ter o melhor que o dinheiro pode comprar, mas em campo tudo se resume à habilidade, táctica e determinação do jogador! Gabar-se sobre o quão cara a sua réplica é só irá gerar hostilidade, e poderá intimidar novos jogadores para o desporto. E claro, acabará por ser um alvo prioritário para os seus adversários. O ideal é estar preparado para gastar entre 200€ a 350€ na sua primeira réplica de Airsoft.

Escolhas Básicas de Réplicas

Existem três tipos de réplicas de Airsoft disponíveis: a gás, energia eléctrica e de mola. Cada uma com diferentes versões e recursos adicionais ou extras.

Tipos de réplicas de Airsoft:

1: Réplicas de mola: Estas são o tipo mais fácil de usar, puxe a corrediça ou slide para comprimir a mola e a arma está pronta para disparar. Excelente para a prática de tiro ao alvo, barata e não há necessidade de gás ou carregar baterias. A desvantagem é que tem que ser rearmada para cada tiro que você dispara. Não é prático no meio de um tiroteio! Mas as réplicas de snipers a mola são muito procuradas devido à estabilidade do tiro, facilidade de manutenção e menor cuidados com os internos.

2: Réplicas a gás / GGB (Gas Blow Back): Estas réplicas costumam ser adoptadas por praticantes mais sérios. Utilizam um mecanismo operado a gás, seja CO2, ou propano de mistura. O inconveniente é que quando o gás acabar, terá que encher novamente o carregador com gás. Estas réplicas têm recuo realista, cada tiro que você dispare, ela dá um “coice” como uma arma real. Em dias de muito frio, armas a gás tendem a ter um desempenho reduzido.

3: Réplicas eléctricas ou AEGs: Conhecidas como AEG ou AEP, Automatic Electric Gun e Automatic Electric Pistol respectivamente. Estas são as réplicas mais populares e, de longe, as mais comuns. Também costumam ter melhor qualidade e maior variedade. A bateria recarregável fornece energia a um motor eléctrico que através de engrenagens, e por compressão de ar, actua num mecanismo interno para carregar e, em seguida, disparar a BB. As vantagens deste tipo de sistema são que podem disparar em semi-automático (ou seja, uma BB é expelida de cada vez que você puxar o gatilho) ou em rajadas de tiro automático. A maioria também tem carregadores de munições de alta capacidade, que podem armazenar centenas de BBs. No entanto não são bem vistos em equipas de MilSim, dado que retira o realismo que estas equipas procuram.  Estes tipos de réplicas são os mais aconselhados para os jogadores em geral.  As baterias mais usadas são as 8.4v e 9.6v NIMH, no entanto as LIPOs 7.4v e 11.1v são, actualmente, também muito procuradas. Os iniciantes deverão, idealmente, optar por uma arma AEG dado que são facilmente actualizáveis e de confiança, ​​quando comparadas a réplicas GBB (gas blowback).

Seleccionar a sua escolha final

Durabilidade.

Quão durável e resistente quer que a arma seja? Será que basta ser bonita, mas frágil? Ou quer que dure enquanto é sujeita a pancadas e quedas em campo ou dentro de edifícios?

A durabilidade depende da qualidade da arma e do material do qual é feita. Alguns argumentam que o plástico não dura tanto tempo como o metal. Isto já não é verdade. Alguns plásticos são incrivelmente fortes e duráveis, não enferrujam, nem a pintura ou revestimento quebra como é o caso da maioria das réplicas de metal. Lembre-se que até mesmo armas reais usam actualmente plásticos na sua construção. A G36 e a SCAR são bons exemplos disso mesmo. Quer metal, quer plástico funcionam bem para jogos de Airsoft e nenhum deles é inquebrável! Corpos metálicos poderão dobrar ou quebrar com o uso. Uma réplica de plástico pode durar anos com o jogador certo. Algumas réplicas que começam com um corpo de plástico, como as da Tokyo Marui, podem ser modificadas com um corpo de metal quando tiver mais disponibilidade.

– Precisão

Quão precisa quer que a réplica seja? A precisão é decidida, entre outras coisas, pelo diâmetro, tamanho e qualidade do cano interno. Canos de precisão podem ser adquiridos em diferentes comprimentos e diâmetros, a fim de melhorar a precisão e o alcance da munição. Confirme se a arma tem hop up ajustável. Este é o mecanismo que age sobre a BB, forçando-a a girar para trás, o que dá origem a uma trajectória mais longa, e precisa. Diferentes BBs exigem uma configuração de hop up diferente, por isso um hop up ajustável é indispensável.

PEÇAS extra.

Peças extra são fáceis de adquirir? Uma réplica danificada poderá precisar de valores elevados para a arranjar. Por isso convém considerar se as peças podem ser substituídas de forma barata ou até mesmo adquirindo melhorias, aumentando assim a qualidade da sua réplica, sem que isso se traduza em custos elevados.

FPS, MPS e ROF.

Note que os FPS (pés por segundo) e os MPS, (metros por segundo), são diferentes medidas de velocidade. Quanto maior forem os FPS, mais rápido a BB se move. Por isso, quanto mais altos forem os FPS, maior o impacto que terá em contacto com uma parte do corpo. FPS na casa dos 200 ou 300 poderão originar feridas muito dolorosas, caso as BBs sejam disparadas a menos de 5 metros do adversário. De 500 FPS para cima as BB ‘s podem penetrar na pele. Tenha em atenção que quanto mais altos forem os FPS, maior será o impacto exercido sobre os mecanismos internos da réplica. Por isso o potencial para danificar a réplica, se os internos não forem correctamente montados, também é maior! Por norma, quanto maior for a velocidade da BB, mais alcance ela terá, mas, se a arma tiver problemas de precisão, então estes podem ser aumentados com os FPS elevados.

ROF é a taxa de disparo. Esta é a quantidade de BBs disparada da réplica, num limite de tempo. Armas automáticas têm um ROF mais elevado. Este facto é muitas vezes até sensacionalista, e é promulgado que quantas mais BBs disparadas, mais probabilidades de acertar! Já na prática, isto apenas conduz à utilização de quantidades absurdas de munição.

Tipos básicos de Réplicas:

Lembre-se, escolha o seu modelo de acordo com a sua preferência, e não o que as outras pessoas dizem.

M4 / M16 Réplicas:   São quase a arma padrão no mundo do Airsoft dado que existe uma abundância quase absurda quer actualizações externas, quer internas para estes tipos de réplicas. Para jogos em floresta ou de grandes dimensões, qualquer variante funciona bem, mas se estiver a pensar em jogar CQB, evite as M16, opte pelas variantes M4 com cano mais curto.

MP5 e Variantes:   Réplica muito popular. Não tem tantas opções para melhorias externas como as M4/M16 ‘s, mas muitas melhorias internas disponíveis. Ideal para CQB, onde o tamanho pequeno faz uma grande diferença.

AK-47 / AK-74 Réplicas: Muitos estilos de corpo diferentes para escolher, que vão desde o padrão AK-47 a um AK-74U compacto. Não possui muitas modificações externas como as M4/M16 ‘s, mas existem muitas melhorias internas disponíveis.

G36 Variantes: Não tão populares como as famílias das M16 e AK47, mas começam agora a ter uma procura considerável. O baixo preço de muitas destas réplicas faz com que sejam das mais procuradas por iniciantes. Uma grande vantagem é a disponibilidade de adaptadores para carregadores. Estes adaptadores são uma mais-valia, dado que carregadores para G36 não estão disponíveis em tantas quantidades como os das Ms ou AKs. A G36C começa agora a tornar-se numa réplica prática, confiável e durável. Com um bom alcance, e curta o suficientemente para CQB é um candidato promissor a tornar-se a  Primeira Réplica de Airsoft Ideal.

Considere-se também que existem dois tipos principais de layout e configuração de réplica. Configuração padrão e “bullpup”. As réplicas Bullpup têm o carregador situado atrás do gatilho, o que faz com que a réplica em si tenha um comprimento mais curto, mas o cano interno é muito mais longo do que seria de esperar. Devido a isso, as réplicas bullpup podem ser utilizadas por franco-atiradores, réplicas de assalto e CQB tudo de uma só vez, caso seja necessário.

NÃO compre o mais barato

Depois de ter decidido que função quer desempenhar em jogo, e qual a sua primeira réplica de Airsoft deverá agora estabelecer o limite de preço real. A sua réplica vai parecer muito cara, e é importante decidir o quanto está disposto a gastar nela. Se quiser levar o Airsoft a sério, é provável que acabe por gastar os 200€ ditos anteriormente numa réplica de qualidade. Também é possível entrar em contacto com equipas ou clubes, e colocar a questão sobre empréstimo ou aluguer de equipamento. A longo prazo ajudá-lo-á a poupar algum dinheiro. Você precisa de uma réplica a um preço amigável, mas não à custa de ter uma potência muito aquém do esperado, ou de uma qualidade muito inferior, tudo isto para poupar algum dinheiro. Quais as considerações a ter em conta? Primeiro, você precisa de uma réplica com precisão. O objectivo é acertar no adversário, e terá que atacá-lo a uma distância suficiente que evite que esteja em desvantagem durante o jogo. Assim, um hop up ajustável é obrigatório. Uma réplica com um cano longo melhora a precisão, mas convém que consiga apontar correctamente em primeiro lugar. Pistolas e granadas são úteis em algumas situações, mas as armas de cano longo são a principal ferramenta de um jogador de Airsoft num campo longo. Mais uma vez, tudo depende do gosto pessoal. Procure encontrar um equilíbrio e obtenha uma réplica que funcione bem quer em campo quer em CQB (Close Quarter Battle) e dentro de edifícios. As Ms e G36 são excelentes réplicas que cumprem estes objectivos. Como dificilmente irá atacar alvos a distâncias superiores a 50 metros, não compensa gastar muito dinheiro num sistema caro. Snipers são uma questão completamente diferente. Teoricamente em jogos onde atiradores de elite estão em jogo, eles teriam tendência a dominar a dinâmica do evento e até a estragar o jogo para todos os outros jogadores ao serem constantemente apanhados por um franco-atirador eles nunca vêem. Na prática, os limites legais de potencia em alguns países (Portugal – Limite legal: 1.3J = 374FPS @0.20g) tornam o sniper numa espécie em extinção.

0€ – 150€:   Se não tiver pelo menos 150€ para gastar numa réplica primária de Airsoft, poupe até que possa fazer tal investimento. Não compre uma LPEG, ou Réplica Eléctrica de baixa potência. Estas réplicas não são para jogos de Airsoft. Terá sorte se conseguir acertar numa porta mesmo disparando de frente.

150€ – 200€:   Esta faixa de preço cobre a maior parte das armas de entrada de nível. Os principais fabricantes nesta faixa de preço são a ICS Sportline, Classic Army Sportline, King Arms, etc. De entre as marcas chinesas contam-se a Dboys, Jing Gong and A&K. (Nota: Existem rumores que a Classic Army tem vindo a sofrer de problemas de fabricação, existem também algumas queixas da qualidade do corpo de plástico das ICS Sportline, mas à partida deverão ser casos pontuais.).

200€ – 250€: Esta faixa de preços contém versões actualizadas das armas de nível de entrada dos mesmos fabricantes e é realmente o nível de orçamento mínimo a que deve olhar. A maioria das versões actualizadas não são muito melhores do que as versões básicas nesta categoria, por isso o melhor seria mesmo poupar mais um pouco.

250€ – 300€:   Esta é uma faixa de preço problemático, devido à qualidade de algumas marcas de clones. Muitos fabricantes de clones, como a A&K, vendem réplicas especializadas, como as SR-25 e M4/M16 modificadas. Embora os corpos metálicos sejam atraentes devido ao baixo preço, os internos poderão estar abaixo da qualidade esperada. Tendo em conta que no final todas as réplicas de airsoft acabam por ser melhoradas acaba por ser apenas uma questão de preferência pessoal. Uma excepção são as MP5 da Classic Army. Se estiver à procura de uma MP5 e esta é a sua faixa de preço, então pode ficar descansado, pois são definitivamente um bom investimento.

300€ – 350€:   Esta faixa de preço é o início dos verdadeiros modelos de gama alta. A maioria das armas que verá encontrar nesta faixa são Classic Army, ICS, King Arms e outras marcas de qualidade já reconhecida. As Classic Army são muito procuradas no estrangeiro. Já em Portugal a procura pelas ICS, Tokyo Marui e King Arms domina o mercado.  Este é o financiamento recomendado para a sua primeira réplica de Airsoft.

350€ +: Esta é a categoria onde o seu dinheiro será bem investido, quer em qualidade de materiais, quer em durabilidade e precisão. Classic Army, Tokyo Marui, G&G, KWA, ICS, G&P são todos excelentes fabricantes. Esta faixa é quase tudo ao gosto pessoal. Note-se que a Tokyo Marui fabrica corpos de plástico, no entanto os internos são de qualidade superior às outras marcas. Mais uma vez, uma aquisição de um destes fabricantes garantirá uma réplica de qualidade. E a sua escolha pode ser vagamente baseada na preferência pessoal a este nível, embora seja sempre importante uma pesquisa informada, e ter uma ideia do que se procura.

Procure evitar o chamado Fanboyismo, ou seja, apoiar demasiado uma marca. Não dê ouvidos aos que dizem: “Apenas deves comprar uma X ou Y!”. Uma review honesta diz que a Tokyo Marui fabrica réplicas de qualidade excelente, embora caras, e depois em seguida vem a Classic Army ou G&G, e por aí adiante. Na realidade, embora ainda se possa considerar as marcas do costume como gama alta, actualmente com os rebrands chineses, melhorias no controlo de qualidade, entre outras razões, já não se pode escrever em pedra que marcas são melhores do que outras. Lembre-se, que às vezes o barato sai caro. Confie na ideia geral das reviews, mas não descure na pesquisa pessoal por isso. Evite adquirir réplicas sem reviews detalhadas.

Potência

Os FPS não são o Santo Graal numa réplica. Enquanto que FPS altos podem ser bons para um franco-atirador para acertar num adversário a 70 metros de distância, o jogador típico não precisará de atingir alvos tão longe. Portanto, na fase inicial de escolha, não se preocupe tanto com as actualizações futuras irá adquirir, antes mesmo de ter a réplica. Uma réplica com bom alcance a usar BBs de 0,20gr ou 0,25gr é um objectivo excelente a apontar. Mas tenha em atenção que não precisará de uma réplica com FPS altos no início. Um jogador com uma M16 a 300 FPS pode jogar imediatamente e divertir-se-á muito mais, do que outro espera para comprar uma réplica que mais tarde possa melhorar para FPS mais altos!

Ópticas

Para a sua primeira réplica de Airsoft não pense em miras antes de se deitar e sujar de lama algumas vezes, pois elas irão tornar-se numa questão séria que é melhor deixar para mais tarde. Não adianta comprar uma óptica semi decente, fixá-la na sua arma, ver que tem bom aspecto, para depois não conseguir ter uma linha de aquisição de alvo porque a máscara é muito pronunciada, ou o rail onde a óptica está fixa está muito afastado, ou porque o corpo da réplica é muito longo etc. Ou como é frequente no seu primeiro encontro, perder muito tempo a tentar adquirir o alvo com um só olho, e perder todos os outros jogadores de vista. Portanto, comece com ópticas abertas pelas quais poderá imediatamente olhar para a frente com os dois olhos abertos, ver os seus alvos, e em seguida, apontar rápido. Algumas miras ópticas soltam-se com facilidade ou se não forem correctamente “zeradas” a cruz não combina com o local onde a BB vai parar. Por isso, deixe os snipers usar os scopes e poupe o seu dinheiro para equipamento, BBs e para tempo de jogo. Se realmente acha que deve ter uma óptica de algum tipo, aconselho os comuns Red Dots. Estas ópticas são diferentes, ajudam na aquisição rápida de alvos e são mais baratos.

Não vamos entrar na estratégia de jogo pois é um assunto completamente diferente, mas tenha em mente que os novos jogadores tendem a desperdiçar muita munição. Faça com que os seus disparos contem, não seja um amador e evite o “spray and pray”, especialmente porque a maioria dos jogos procura limitar a munição.

Carregadores

Carregadores (ou clips) são recipientes que armazenam as BBs e que as empurram até à sua arma. Se você é um sniper, não estará com pressa alguma e portanto não irá disparar muitas BBs, de modo a que um ou dois carregadores de baixa capacidade devem ser suficiente. Lembre-se de trazer BBs extra. Se for um artilheiro de apoio, os seus carregadores terão uma quantidade de BBs considerável, mas mesmo assim convém ter vários.

Para líderes de equipa / comandantes de facção, o ideal é ter alguns carregadores de alta capacidade que carregam mais BBs que o normal. No entanto em MilSim estes carregadores são muito mal vistos. Alguns jogos procuram limitar as BBs que cada jogador carrega consigo, por isso também não precisará de andar com muitos carregadores consigo, excepto para efeito visual.

CQB (Close Quarter Battle). Para os jogadores que jogam em ambientes com distâncias inferiores a 15 metros, e para “limpar” em prédios e salas, o ideal será usar réplicas curtas para que possam dobrar cantos, e atravessar portas mais facilmente. Use réplicas de airsoft como a MP5, P90, ou G36K, ou variantes da M4 para CQB.

ACESSÓRIOS

Se você comprou uma arma com Rails, tais como Picatinny ou RAS / RIS, (que são as secções comummente metálicas onde se encaixa acessórios), tem espaço para adicionar alguns extras. Se gostar de jogar à noite, você pode anexar uma lanterna. Se não tiver bom tiro instintivo poderá anexar um Red Dot. Também pode anexar grips frontais, bipés, laser etc, por isso tem muito para adicionar mais tarde. Estes acessórios são caros? Quais os tipos de carregadores adicionais que podem ser comprados e quais são os custos para estes?

Scopes: Têm ampliação, zoom e números no retículo a ter em atenção. A menos que você entenda para que estas coisas servem, elas acabaram por ser tornar inúteis muito rapidamente. Dão um bom aspecto à réplica, mas não são eficazes a menos que usados correctamente. Tenha em mente que uma elevada capacidade de zoom nem sempre é bom. Se a sua AEG tiver pouca precisão e não conseguir ver para onde as suas BBs estão a ir isso pode tornar-se muito frustrante. Além disso, poderá vir a precisar de mounts específicos para alguns scopes ou para réplicas cujo corpo não possui rails.

Laser: Podem ser úteis, mas cuidado pois se não estiverem correctamente alinhados poderão dificultar o disparo, em vez de ajudar. Além disso, NUNCA aponte um laser para os olhos de outra pessoa.

Lanternas: Existem lanternas a preços muito proibitivos, por isso procure comprar uma Mini-Maglite ou outra lanterna e compre um mount para anexar no rail. A Mini-Maglite é boa por causa do ângulo do cone ajustável e do uso de baterias padrão. Ah, e também se encaixa bem num mount de scope, embora qualquer lanterna seja, com um pouco de fita isoladora.

Arma secundária

É sempre bom ter uma pistola como sua réplica secundária e/ou back up. Quer se trate de uma versão de mola barata ou de uma pistola de gás, tente obter uma. O que você decidir dependerá de todos os factores anteriormente abordados para a escolha da sua primeira arma de Airsoft.

MUNIÇÕES – BBs

As próprias BBs são também muito importantes. Regra geral, aqui o preço importa. Normalmente os preços mais altos das BBs traduzem-se em BBs polidas, e de precisão superior. Isso significa menos falhas, ou probabilidade de quebras no impacto. Este facto é mais importante com armas com canos de precisão, uma vez que quanto menor o diâmetro do cano, menor o espaço existente para a BB deslizar, podendo levar a BBs encravadas.

Outra preocupação é a densidade. As BBs mais pesadas são menos afectadas pelo vento e reduzem a probabilidade de caso extremos, como a quebra de uma BB dentro da réplica, embora casos destes sejam mais conhecidos com BBs de baixo peso como as 0.12gr. Mas dado que nas réplicas de airsoft comuns nenhuma parte do mecanismo interno toca em momento algum a BB, excepto o Nozzle, dificilmente isto acontece, excepto como referido, em casos extremos. Se a sua AEG encravar, PARE de disparar. Regra geral, pistolas de mola baratas devem disparar BBs 0.12gr. LPEGs devem também usar este tipo de munição mais leve. No entanto AEGs devem usar BBs 0.20gr ou superior, dependendo dos FPS a que estão. Relativamente a AEGs de alta qualidade ou snipers, convém usar BBs polidas, e igualmente de qualidade. Procure tolerâncias de + – 0,01 milímetros. Existem BBs de muitas gramagens, desde 0.20gr, até 0.90gr, normalmente para AEGs usam-se entre 0.23gr ou 0.25gr dependendo da potencia, e para snipers as de 0.30gr ou mais, novamente, dependendo da potencia.

EM CONCLUSÃO

O melhor conselho para escolher e comprar a sua primeira réplica de Airsoft para Skirmish / Milsim é comprar uma réplica entre os 200€ e os 350€ e caso opte por adquirir uma pistola a gás, utiliza-la apenas em situações onde o gás funcione melhor, tal como dias de sol ou calor. Vá com suas preferências pessoais, mas faça a sua pesquisa, e mantenha-se informado. Se jogar em CQB ou em espaços confinados, não compre uma réplica longa, como uma GPMG M240. Compre apenas a fabricantes de Airsoft confiáveis. Pode comprar descansado dessa lista de fabricantes.

Lista de Fabricantes Recomendados:

Ares (Star), AEG
ASG
Classic Army, AEG
FS Custom
G&G AEG
G&P AEGs e Kits
GBTech / VFC AEG / Umarex
ICS AEG
Inokatsu AEG e Kits
King Arms AEG
KWA AEG
LCT AEG e Kits
Magpul AEG
Tokyo Marui AEG
Silverback
Systema PTW AEG (Réplicas para treino militar, muito caras, mas em termos de qualidade, muito boa)

Many thanks to Arn (Skirmish Airsoft East Anglia – UK) for the article
And once again, great photo from Recon Ghosts Team : http://www.recon-ghosts.de
Como escolher a sua primeira arma de Airsoft ? Now it’s time to play !

Como escolher a sua primeira arma de Airsoft?

Como escolher a sua primeira arma de Airsoft?

Como escolher a sua primeira arma de Airsoft? by
Posted in Português Tagged with: , , , ,
  • Didac

    Vc poderia me enviar um bom sitede compras de airsoft que entregue replicas de airsoft no brasil e que n seja muito caro?